HORÁRIO DE ATENDIMENTO: SEG A SEX DAS 8H ÀS 18:30H | SÁB DAS 8 ÀS 13H

Noticias

O CARRO QUEBROU NA ESTRADA, O QUE EU FAÇO?

Saiba o que fazer em momentos como esse.

Antes de partir rumo à uma viagem ou trajeto mais longo, o primeiro passo indispensável é realizar a revisão do automóvel. Ao cumprir esse passo, a porcentagem de segurança aumenta significativamente, pois, se o veículo estiver com algo danificado ou para ser consertado, a revisão identifica e soluciona todas essas questões.

Ainda que a revisão seja realizada, não há uma garantia total de que nenhum imprevisto ou problema acontecerá com o carro. Ou seja, mesmo com essa etapa cumprida, pode ser que o carro quebre no meio do percurso.

Quando isso ocorre, além de ir em busca da solução para o veículo, há algumas normas de trânsito que precisam ser seguidas, para evitar acidentes e até mesmo multas. Se você ainda não sabe quais são, vamos te ensinar!

O carro quebrou... e agora? Em primeiro lugar, a pista deve ser liberada. Para isso, locomova o carro até o acostamento, mas, caso a pista não tenha faixa de emergência, o veículo deve ficar no lado direito da via.

Após garantir que o fluxo do trânsito não será atrapalhado, o próximo passo é sinalizar.

Para saber onde colocar o triângulo, tenha como base a velocidade permitida na rodovia. Se for 60 km/h, por exemplo, então, a marcação será realizada a partir de 60 passos largos.

Essa etapa é obrigatória, portanto, não deixe de lado, caso o triângulo não esteja no carro, por exemplo, use cones, galhos ou outros itens que garantam boa visualização.

Como pedir ajuda? Ainda que a intenção seja boa, não aceite ou solicite ajuda de outros veículos que passarem por você. Tentar consertar o veículo na rodovia também não é uma opção. Afinal, isso pode provocar acidentes na pista e tornar a situação mais complicada.

O ideal é identificar exatamente onde o carro está localizado e solicitar um guincho das concessionárias da própria via, as quais disponibilizam telefones especialmente para emergências, ou algum de sua preferência.

Jamais locomova o carro fazendo uso de cordas ou semelhantes e, mais importante ainda, não permaneça dentro do veículo. Realize todos os passos necessários, pelo menos, em uma distância de 50 metros do veículo, para sua própria segurança.

Esperamos que não aconteça nenhum imprevisto, mas, caso ocorra, você já sabe como lidar com a situação de maneira correta e segura!

Conhece alguém que possa se interessar ?

Modelos

Mapa do Site

Este site utiliza cookies e scripts externos para melhorar sua experiência. cookie